Há um claro projeto em andamento no Brasil: destruir o País e desconstruir o estado. Esta é foi a avaliação dos participantes do iDeclatra na Cultura desta quinta-feira (8). A advogada e diretora do Instituto Declatra, Mírian Gonçalves, recebeu os advogados e também membros do iDeclatra, Nasser Allan e Ricardo Mendonça. Eles conversaram com a jornalista Mariane Antunes sobre os principais temas que pautaram o País nos últimos dias.

“Não podemos subestimá-los. Em alguma medida temos preconceito com relação aos valores que eles externam. Mas eles têm a capacidade de comunicar, transmitir e difundir esses valores, essa visão de mundo. Eles fazem isso muito bem. É verdade que é gente que sempre se aliou a mediocridade e são pessoas do quinto escalão da vida pública brasileira. Mas eles tem um projeto definido que no campo econômico é a destruição do estado para que ele seja privatizado”, apontou Nasser Allan.

A mais recente polêmica envolvendo Bolsonaro foi a afirmação, nesta quarta-feira (7), de que ele acabou com a Lava-Jato pois já não existe mais corrupção no País. Para Ricardo Mendonça esta frase não é aleatória e atende a um propósito. “São pensamentos muito bem orquestrados para transferência do eleitorado. Ele sabe que perdeu parte do lavajatismo do ex-juiz que agora quer morar nos Estados Unidos. Então ele começa a dialogar com um outro eleitorado. Esses movimentos não são feitos por acaso. Não podemos mais subestimar a capacidade de comunicação do Bolsonaro porque ele faz de caso pensado”, apontou.

Mírian Gonçalves, por sua vez, criticou duramente a intenção de privatizar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. “Está na iminência e querem entregar os Correios. Para se ter uma ideia do quanto vale, o valor é próximo ao Mercado Livre, que tem valor de mercado de US$ 60 bilhões e o Governo Federal diz que pretende arrecadar US$ 15 bilhões. Me lembra a privatização do Banestado. Quem tivesse R$ 1 podia comprar. Você não ficava com as despesas, só com os lucros. Os Correios são uma empresa de US$ 60 bilhões e com lucro previsto de R$ 15 bilhões neste ano”, exemplificou.

O alinhamento dos três poderes para projetos de privatização, a comparação dos Correios com outras empresas do setor, as estratégias de sucateamento do serviço para depois vender, exemplos anteriores de estatais que foram entregues por valores irrisórios, o assédio moral na categoria, detalhes do último censo da diversidade realizado pelos bancários e bancárias,  a estrutura do racismo no Brasil, os programas de trainee para a população negra e outros temas de destaque na pauta brasileira você confere na íntegra, no vídeo abaixo.

Não se esqueça: O iDeclatra na Cultura é transmitido todas as terças e quintas-feiras, ao meio-dia, na Rádio Cultura de Curitiba. Você pode acompanhar o programa ao vivo pela AM 930, pelo site, pela Fan Page do Instituto Declatra ou da própria Rádio Cultura.

Foto: Rafael Carvalho / Governo de Transição / Flickr

Compartilhe